fbpx

Este website utiliza cookies própria e de terceiros para melhorar os nossos serviços e criar informação estatística. Ao clicar "Aceitar" está a aceitar o uso de cookies. Clique em saber mais para ler a nossa política de qualidade, privacidade e cookies.

Espanha: Restaurante Breathe

O restaurante Breathe abre as suas portas em 2018. Este conceito original de restaurante vai mais além do que uma gastronomia inovadora e natural. O Breathe procura ser um local comprometido com o meio ambiente e para isso o melhor é recorrer à tecnologia Ecoforest.

Com o objectivo de minimizar a sua pegada de carbono e construir um edifício sutentável, antes de iniciar a sua construção foram realizados debaixo do futuro edifício 12 perfurações verticais de 120 metros cada. Estas são agora o sistema de captação das duas bombas de calor Ecoforest de alta potência ecoGEO Hp3 12-40kW que refrescam o restaurante durante o Verão, aquecem durante o Inverno e proporcionam água quente sanitária durante todo o ano.

Espanha: Polígono industrial A Granxa

No mês de Julho de 2017 realizou-se no Polígono Industrial a Granxa uma instalação geotérmica de 270kW usando 3 bombas de calor de Alta Potência ecoGEO HP3. Até esta data, dentro da Comunidade Autónoma Galega, este é o projecto de maior envergadura realizado com bombas de calor ecoGEO.

Trata-se de um sistema únicamente geotérmico para climatizar os edíficios centrais do Poligono empresarial A Granxa. O conjunto composto por três bombas de calor ecoGEO HP3, produz aquecimento, refrigeração e água quente sanitária. Tudo isto é possível devido à sua captação vertical de 24 furos com uma profundidade de 140 metros cada. No total existe mais de 3.5km de tubo para conduzir o fluído de captação, neste caso uma mistura de água e glicol.

Com rendimentos estacionais (SPF) superiores a 5, demonstra-se que o sistema geotérmico a nível industrial, é uma das melhores opções tendo em conta a eficiência e rentabilidade.

Inglaterra: Wimpole Hall

A National Trust elegeu a empresa Isoenergy para a difícil tarefa de modernizar os sistemas de aquecimento do edificio Wimpole Hall. As grandes mudanças sazonais, em conjunto com as suas grandes áreas e fraco isolamento térmico fazem com que a sua climatização seja muito complicada. No passado, a solução era simplesmente usar uma grande quantidade de gasóleo para manter a temperatura interior. No entanto, devido ao aumento do preço do petróleo e à necessidade de ser mais ecológica, a National Trust decidiu que era hora de mudar. A Isoenergy escolheu as bombas de calor Ecoforest para este, graças ao sucesso acumulado noutras instalações.

Espanha: Showorking Rivas

Na Ecoforest estamos abertos a ideias inovadoras e por isso decidimos colaborar neste projecto de demonstração realizado na Comunidade de Madrid. Este edíficio de origem industrial foi totalmente re-desenhado de modo a obter a certificação Passivhaus, aplicando técnicas de construção, de climatização e de controlo de modo a obter um edifício único e seguindo todos os critérios necessários à certificação Passivhaus.

O papel da Ecoforest é vital para obter essa certificação, pois a bomba de calor ecoGEO com captação híbrida entre furos geotérmicos e unidades de ar AU12, em conjunto com um sistema e-manager e um sistema de paíneis fotovoltaicos fazem que o consumo energético deste edfifício seja muito baixo ou mesmo nulo em certas condições..

Hungría: Museu histórico de Hegyvidék

Em Budapeste podemos encontrar o edíficio Zugligeti Lóvasút climatizado com bombas de calor ecoGEO. A construção deste edíficio data dos finais do século XIX, sendo no ínico a estação final de eléctricos e de transporte a cavalo. Posteriormente, acabaria de se converter numa paragem normal e outros serviços foram acrescentados no interior do edificio, como por exemplo os correios. Finalmente em 1977 perde toda a sua funcionalidade e fica ao abandono.

Após várias tentativas, finalmente um projecto de reconstrução foi aprovado e o edíficio converte-se num museu com café e restaurante. Para climatizar este edíficio instalaram-se 2 bombas de calor geotérmicas Ecoforest de Alta Potência: ecoGEO HP1 12-40kW e ecoGEO HP3 15-70kW.

SOBRE ECOFOREST

O grupo Ecoforest nasce em Vigo no ano 1959 pela mão do seu proprietário e fundador José Carlos Alonso Martínez especializando-se no sector da climatização. Em 1993 a Ecoforest é o primeiro fabricante europeu a fabricar salamandras e caldeiras a pellets trazendo para o mercado um produto inovador, ecológico e sobretudo económico.

A Ecoforest é a empresa líder de mercado em aquecimento usando biomassa renovável, conta com a maior gama de salamandras e caldeiras de pellets ao melhor preço. Em 2012 a Ecoforest decide apostar noutra tecnologia nova e lança no mercado a sua primeira bomba de calor geotérmica, sendo o primeiro fabricante espanhol deste produto e o mais especializado em tecnologia inverter do planeta.

O departamento de I&D da Ecoforest continua a inovar todos os dias, com o objectivo de desenvolver produtos mais avançados e eficientes. Actualmente a Ecoforest opera em mais de 30 países, e com a prespectiva de aumentar esse número rápidamente.

 
 

REDES SOCIAIS

linkedin facebook facebook

© 2020 Ecoforest. All Rights Reserved.  |  Política integrada  |  Aviso legal y política de privacidad  |  Política de cookies